quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Relatório da Defesa Civil de Petrópolis

Ascom PMP - 05/01/2012

A Coordenadoria de Defesa Civil da Prefeitura de Petrópolis informou que foram registradas 344 ocorrências desde domingo. Apesar da intensidade das chuvas, não houve registro de vítimas. A quantidade de pessoas desalojadas aumentou, passando para 14 e todas já estão sendo assistidas pela Prefeitura. Segundo a Defesa Civil, o número de casas interditadas permanece o mesmo, oito. Após o intenso trabalho da Prefeitura, todos os acessos foram normalizados.

A Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), integrante do Comitê de Ações Emergenciais, trabalha em conjunto com a Defesa Civil, fazendo uma análise das famílias afetadas e oferecendo assistência de acordo com suas necessidades.

Grande parte das ocorrências refere-se a pequenos deslizamentos de terra, residências que apresentam pequenas rachaduras, alagamentos e vistorias preventivas. Os atendimentos estão sendo feitos de acordo com gravidade de cada caso. Em ordem, os bairros mais afetados com as chuvas: Cascatinha, Floresta, Araras, Roseiral, Corrêas e Itaipava.

Segundo o balanço da Defesa Civil, foram registrados os seguintes tipos de ocorrências pelos distritos: alagamentos; ameaças diversas; danos a muros; danos e afundamentos da vias; deslizamentos; desmoronamentos; desplacamento de blocos; infiltrações; queda de árvores; rachaduras, risco de deslizamento; risco de queda de muro; e risco de queda de árvore.

O Comitê de Ações Emergenciais informa que permanece em ESTADO DE VIGILÂNCIA em função da ausência de chuvas. Todos os órgãos que fazem parte do comitê estão mobilizados para qualquer tipo de emergência. As informações podem ser aferidas no site do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) – http://inea.infoper.net/inea/.

A Defesa Civil funciona em regime de plantão 24 horas com equipes para atender a todos os chamados da população. As solicitações podem ser feitas pelo telefone 199.

Nenhum comentário:

Postar um comentário