quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Mudança de itinerário pode acarretar multa às empresas

Tribuna de Petrópolis - 11/01/2012

O presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), Roberto Naval, garantiu ontem que não autorizou qualquer mudança no itinerário dos ônibus por conta dos problemas registrados na Rua Dr. Nelson de Sá Earp. O Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários (Setranspetro) confirmou, em matéria publicada na edição de ontem da Tribuna, que a alteração é feita sempre que necessário. Naval negou também que  existam “quaisquer obstáculos à passagem de veículos, mesmo em horários de pico”, na rua.
Segundo o Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Petrópolis (Setranspetro), fiscais das empresas avisam sobre a situação da Rua Dr. Nelson de Sá Earp e, quando esta fica comprometida pela presença de carros e motos parados de forma irregular e jovens invadindo a pista, a mudança é feita para as ruas Marechal Floriano Peixoto e Alberto Torres, nas sextas-feiras. No sábado e domingo, por causa do estacionamento na Rua do Imperador, os ônibus já passam por ali.
“A CPTrans não foi consultada pelo Setranspetro em momento algum a respeito de mudanças de itinerários dos coletivos que circulam na via em questão. Essas alterações devem ser autorizadas pela companhia antes de ser aplicadas, visto que têm efeito direto no trânsito da cidade. Faremos um levantamento e, caso se comprovem modificações no itinerário destas linhas, a viação responsável será multada. É uma mentira do sindicato. Fiquei estarrecido ao ler a matéria,  pois nada justifica a alteração sem um aviso”, declarou Roberto Naval.
Naval acrescenta que, se houver carros e motos parados irregularmente, agentes da CPTrans multarão os infratores. Caso as pessoas estejam invadindo a pista, seria necessário que a Polícia Militar fizesse um patrulhamento constante no local e retirasse os baderneiros. “Pelo que estão falando e eu não tinha notícia, é bom que as autoridades competentes tomem conhecimento do que ocorre ali. O motivo para a mudança deve ser outro. Enquanto eu estiver no comando da companhia, ninguém vai mudar o trânsito sem um comunicado por antecipação”, revelou ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário