quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Prefeito anuncia nova secretária de Educação

Tribuna de Petrópólis - 05/01/2012

Cláudia Quintanilha no cargo
Cláudia Quintanilha é a nova secretária de Educação do município. Ela era subsecretária de Ensino Fundamental. A informação não foi confirmada de imediato pelo governo municipal, mas no início da noite de ontem a assessoria de comunicação se manifestou sobre o assunto. A confirmação do nome foi feita pelo prefeito na manhã de ontem. Conhecida pela firmeza, ainda ontem várias pessoas se manifestaram nas redes sociais dando conta de sua competência após 20 anos de trabalho na Educação.
Cláudia é professora da rede municipal desde 1991. Em 1994 e entre os anos de 2000 a 2007, também ocupou o cargo de diretora adjunta do Colégio de Aplicação da Universidade Católica de Petrópolis (UCP). De 1997 a 2000 foi diretoria do Departamento de Educação na administração de Leandro Sampaio. Entre os anos de 2001 a 2010 também ocupou a diretoria adjunta da Escola Municipal Professor Josemar Contage, em Corrêas.
O ex-secretário William Campos, que deixou o governo no mês passado, comentou a nomeação. “Desejo boa sorte e acredito que ela tenha um perfil mais próximo ao do prefeito. Vim para implantar o PCCS, cumpri minha missão e acho que é natural promover alguém da rede. Transformei-a em subsecretária de Ensino Fundamental, mas ela é muito ligada ao Paulo Mustrangi e já participou da administração na época do prefeito Leandro Sampaio. Desejo sorte e espero que ela dê continuidade aos projetos e ao período de paz que tivemos em 2011, sem greves e com muito diálogo com sindicatos, pais e mães. Governar com a sociedade, esse é o segredo do sucesso”, declarou ele.
Ela é a quinta pessoa, sendo a terceira mulher, a assumir a pasta de Educação no atual mandato. Em 2009, Sandra Teresa La Cava Almeida Amado foi a primeira e permaneceu no cargo até junho de 2010. Foi substituída por João Carlos Raeder, que ocupou o posto interinamente nesta vez e em outros períodos menores, até a chegada de Maria Alice Lima, em julho de 2010. Ela ficou no cargo até novembro, quando William Campos foi convidado para comandar a pasta. Maria Alice saiu alegando problemas de saúde do seu pai. William ficou no governo até dezembro, quando foi exonerado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário