sábado, 14 de janeiro de 2012

Integrantes do Conselho de Segurança querem mais policiais em quatro áreas

Tribuna de Petrópolis - 13/01/2012

O Conselho Comunitário de Segurança de Petrópolis (CCS) se reuniu na última quarta-feira e a expectativa do encontro era ter a presença do secretário estadual de Segurança, José Mariano Beltrame, que não compareceu. Mesmo assim, as autoridades presentes debateram os temas propostos para a assembleia ordinária convocada pelo presidente do conselho, Sérgio Ramos Mattos, realizada no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Petrópolis (Acep), na Rua Irmãos D’Ângelo.
“Convidei todas as associações de moradores para esse encontro. É importante sabermos como está a comunidade, quais são os principais problemas nessa área. Eles poderão ainda indicar uma lista de solicitações ao secretário de Segurança ou a um representante dele. Estamos acompanhando a instalação das UPP’s no Rio de Janeiro e pedimos um policiamento ostensivo para a cidade também”, disse ele.
De acordo com Sérgio, o CCS já identificou quatro localidades que precisariam receber reforço policial pelos índices de criminalidade: Bairro da Glória, Vale do Carangola, 24 de Maio e Alto Independência. Outra reivindicação é manter os cerca de 40 policiais que se formam na cidade a cada ano e acabam sendo transferidos para outros batalhões. As delegacias também estariam precisando de mais funcionários.
“Além disso, lutamos para trazer uma delegacia especializada no atendimento à mulher e implantar a Delegacia de Dedicação Integral ao Cidadão (Dedic) no município. A Dedic possibilita a realização de um atendimento online, mas também demanda a contratação de mais funcionários para equipar a Polícia Civil nas duas delegacias de Petrópolis”, destacou Sérgio Mattos.
“A cidade estaria ainda perdendo autonomia na 7ª Região Integrada de Segurança Pública (RISP). Essa área abrange 18 municípios e seria importante para Petrópolis ter a sede”, disse Sérgio. “Nosso objetivo é conseguir um terreno para construir esta sede. Lá ficariam reunidos o 7º Comando de Policiamento de Área (CPA) da PM, a 1ª Coordenação Regional de Polícia do Interior (CRPI) da Polícia Civil, que está em Teresópolis, e o Comando de Área de Bombeiro Militar da Região Serrana”, explicou ele.
Estiveram na reunião o vereador Silmar Fortes; o secretário municipal de Segurança Pública, Hélio Moura; o secretário municipal de Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Agricultura, Robson Cardinelli; Celso Leal, inspetor da 106ªDP; tenente Ivanildo, representando o comandante do 26ºBPM; Lédio Alencar Ferreira, secretário executivo da Acep e diretor social e de assuntos comunitários do conselho; e, em seu último compromisso na cidade, o delegado Marcello Braga Maia, que deixou a 105ªDP na quarta e tomou posse na Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV) ontem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário