segunda-feira, 28 de março de 2011

Serrano bobeia, mas arranca empate no fim

Assessoria Serrano

O Serrano deixou escapar mais uma vitória em casa
O Serrano enfrentou o Villa Rio em casa, no último domingo e empatou em 2 a 2. O Leão da Serra apresentou maior volume de jogo, na maior parte da partida, saiu na frente, mas cochilou e levou a virada. No fim, ainda conseguiu o empate e buscou a vitória até o fim.
Apesar do empate, o Serrano assumiu a liderança do grupo, já que o América de Três Rios não jogou nessa rodada e se manteve com nove pontos. Os gols do confronto foram marcados por Thiaguinho (contra) e Willian para o Serrano, Jéferson e Hugo anotaram para o Villa Rio.
A arbitragem foi muito confusa, principalmente no lance do primeiro gol do Serrano e foi alvo de muita reclamação dos dois lados. A partida que estava marcada para às 15h30, esteve perto de não acontecer devido a forte chuva que caiu sobre o Estádio Atílio Marotti. Porém a chuva parou e o árbitro decidiu iniciar a partida, com 30 minutos de atraso.
                                
O JOGO

No primeiro tempo, a partida estava muito brigada no meio e as poças atrapalhavam a bola a rolar. O campo estava muito escorregadio o que fez aumentar o número de faltas. Logo aos nove minutos de jogo, André Nunes levou cartão amarelo.
Com o passar do jogo, o Serrano passou a pressionar, principalmente com Alexandre Dragão e Matheus, o time levava muito perigo, porém a água atrapalhava o time do Serrano, que se mostrava mais técnico.
Duílio pedia mais agressividade para o time no ataque, e aos 35 minutos Douglas, de cabeça, fez a bola raspar o travessão do goleiro do Villa Rio.
No primeiro tempo houve muitas paralisações para atendimento e o árbitro deu apenas um minuto de acréscimo o que revoltou o técnico Duílio. E, assim terminou o primeiro tempo tudo igual 0 a 0.
Para a segunda etapa o Serrano voltou com uma modificação, Edvan entrou no lugar de Victor Santos. O Villa Rio também mexeu, colocou André Luiz no lugar de Rodrigo, que também levou um cartão.
O Leão da Serra começou a segunda etapa partindo para cima em busca do gol e conseguiu logo aos oito minutos. Joel recebeu lançamento, entrou pela direita e cruzou para Edvan, mas o árbitro deu gol contra de Thiaguinho. Os jogadores comemoraram, mas o assistente levantou a bandeira. O árbitro foi consultar o assistente e concedeu o gol para o time da casa: 1 a 0 Serrano.
Depois do gol, time petropolitano sofreu um apagão e aos 11 minutos a zaga serranista falhou, Jéferson aproveitou entrou pela esquerda de ataque, driblou o goleiro e chutou para fazer o gol de empate: 1 a 1.
Quatro minutos depois, Fredson avançou pela esquerda e cruzou para Hugo marcar o segundo: 2 a 1 para o Villa Rio.
A virada deixou o Serrano nervoso e Duílio aproveitou a parada técnica para pedir calma ao time e colocou o meia Chicão no lugar de Matheus.
O Leão da Serra partiu em busca do empate, mas parava em um adversário que se segurava muito na defesa.
O jogo permanecia difícil. Até que aos 33 minutos, Alexandre Dragão entrou driblando pela direita e sofreu falta ao lado da grande área. Marcos Vinícius, do Vila Rio, levou o segundo amarelo e foi expulso. Na cobrança da falta, Júlio achou Willian Xavier, que subiu mais do que todo mundo e em uma testada certeira conseguiu o empate: 2 a 2.
O gol acordou os jogadores que aumentaram a pressão em busca da virada. Em um último suspiro, após chute de Júlio o time petropolitano quase virou, mas o goleiro fez boa defesa e assim terminou o jogo, tudo igual: 2 a 2.

Nenhum comentário:

Postar um comentário