sábado, 12 de março de 2011

Nada de cadeiras de roda ou muletas

Tribuna de Petrópolis - 12/03/2011

Em seis anos de existência da Associação Pró-Deficiente, foi a primeira vez que nenhuma cadeira de rodas ou par de muletas foi distribuído no Carnaval. O presidente da associação, Marcelo da Silveira, comemora a marca, mesmo tendo acompanhando o noticiário sobre os acidentes ocorridos no período do Carnaval em todo o país. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, foram contabilizados 4.165 acidentes com 2.441 feridos e 213 vítimas fatais.
“Por não haver Carnaval na cidade, os riscos de acidente diminuíram. É a primeira vez em seis anos que não distribuímos nada por conta de acidentes nesse período. Em 2010, fizemos a entrega de oito cadeiras de roda e 16 pares de muletas. O Carnaval é uma festa do povo e muitos gostam de aproveitar os festejos, mas para nós foi importante saber que ninguém precisou de ajuda”, disse Marcelo da Silveira.
Neste ano já foram registrados cinco acidentes fatais na cidade, como informa Marcelo. Ele deseja que nos próximos anos as pessoas estejam mais conscientes de suas responsabilidades no trânsito e no uso de drogas, que também provocam muitos acidentes. Para ajudar na conscientização do povo, Marcelo participou de palestras na última semana e esteve presente na Catedral São Pedro de Alcântara, em reunião com os casais da paróquia e também em um Retiro de Carnaval, realizado no bairro Mosela.
“Petrópolis tem 39 mil pessoas com algum tipo de deficiência, e é preciso que essa parte da população possa receber a devida atenção do poder público, por isso parabenizo também as ações coordenadas pela Secretaria de Segurança nos bares da cidade, que têm contribuído para diminuir o consumo de bebida alcoólica por parte dos jovens. Temos a intenção de ainda neste ano fazer uma carreata na cidade para chamar atenção para a nossa causa”, concluiu Marcelo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário