quarta-feira, 23 de março de 2011

Biblioteca do Museu para os petropolitanos

Tribuna de Petrópolis - 23/03/2011


Desde ontem o público tem uma nova entrada para a Biblioteca do Museu Imperial. Os visitantes vão poder agora acessar o setor, que possui 60 mil títulos, pelo Bosque do Imperador, das 13h30 às 17h30. A biblioteca recebe muitos historiadores e pesquisadores e quer se tornar um espaço voltado também para os petropolitanos, que ainda são minoria no local.
“A cidade de Petrópolis tem lugares lindos, mas que não são valorizados. O museu tem um espaço maravilhoso para caminhadas e muitos petropolitanos não conhecem. É a mesma coisa com a biblioteca, queremos que seja um espaço de cultura para conhecer a nossa própria história. Recebemos um público maior de fora, mas queremos mudar isso”, disse Cláudia Maria Souza Costa, historiadora e responsável pelo setor.
A entrada da biblioteca sempre foi pelo Bosque do Imperador, como explica Cláudia Costa, mas há cinco anos estava fechada. Agora, a acessibilidade foi levada em conta e cadeirantes podem também ter acesso ao setor. “Era uma dívida que nós tínhamos, mas antes disso precisávamos garantir a segurança, como fez a diretoria. Estamos devolvendo o acesso, mas ainda faltam melhorias como a instalação de um corrimão”, declarou Cláudia.
A biblioteca recebe historiadores, estudantes de história, de arte e até de genealogia e heráldica. A cidade possui uma boa demanda de pesquisadores, como os membros do Instituto Histórico de Petrópolis (IHP). No site do Museu Imperial – www.museuimperial.com.br – já existe a biblioteca online, onde as pessoas podem fazer seus pedidos por e-mail, o que constitui grande parte das solicitações de obras. Para mais informações, é só entrar em contato através do e-mail biblioteca@museuimperial.gov.br  ou dos telefones 2245-4162 e 2245-4182.
Nos próximos meses, o Museu Imperial vai ganhar mais duas bibliotecas, voltadas para diferentes públicos. A biblioteca infantil Rocambole vai funcionar no prédio anexo ao Pavilhão das Viaturas e deve ser inaugurada em dois meses, provavelmente na Semana Nacional de Museus, que será celebrada entre os dias 16 e 22 de maio. O espaço poderá ser visitado por muitas crianças que já frequentam o local durante todo o ano.
A outra biblioteca será montada na Casa Cláudio de Souza. “A casa está sendo restaurada e depois vamos transferir o acervo Cláudio de Souza do museu para o local. Uma sala receberá também uma exposição de peças que pertenceu ao acadêmico. Queremos transformar aquele prédio em uma casa que ofereça serviços à população. Serão feitas modificações para que o público frequente aquele ambiente. Vamos propor leituras das peças e até algumas apresentações”, disse Maurício Vicente Ferreira Júnior, diretor do museu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário