segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Elevador para deficientes e centro cultural prestes a sair do papel

Tribuna de Petrópolis - 13/11/2011

As mudanças na Casa de Santos Dumont já estão quase prontas
O Museu Casa de Santos Dumont, atrativo turístico que costuma ser o ponto de partida nas visitas guiadas à Cidade Imperial, está em vias de, enfim, inaugurar seu centro cultural e o elevador que facilitará o acesso de cadeirantes. O Centro Cultural 14 Bis funcionará em prédio anexo à casa e também terá acessibilidade para deficientes, com entrada pela Rua do Encanto. De acordo com a Fundação de Cultura e Turismo, faltam apenas alguns detalhes para a conclusão das obras.
A instalação do elevador teve que ser adiada, já que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) embargou a obra e pediu mudanças no projeto, que já estariam em curso. O equipamento irá permitir o acesso ao primeiro andar da casa, que serviu de moradia ao Pai da Aviação. Em relação ao Centro Cultural 14 Bis, o atraso nas obras, iniciadas em novembro de 2009 e previstas para terminar em setembro de 2010, é atribuído à demora no repasse de verbas da Caixa Econômica Federal.
“Temos pendências com a Secretaria de Obras do município, que ficou encarregada de auxiliar na execução da obra junto à construtora responsável. Temos que estar otimistas com o projeto. No entanto, como envolve vários órgãos diferentes, a captação de recursos demorou um pouco. Dentro do prazo mais curto possível teremos o Centro Cultural, que será um benefício para toda a cidade e que deixa os turistas na expectativa, mas ainda não posso arriscar uma data”, informou Aníbal Duarte, diretor de Turismo da Fundação de Cultura. Com relação ao elevador, Aníbal disse que uma parte precisou ser substituída por não estar de acordo com os padrões do Iphan e que as providências já estão sendo tomadas.
O Centro Cultural 14 Bis, além da acessibilidade, contará com banheiros, inclusive adaptados, cantina, loja de souvenir e sala para a recepção de estudantes. Com as obras o ponto turístico deverá ser o primeiro do Rio a utilizar tecnologias para recepção de deficientes físicos, auditivos e visuais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário