terça-feira, 26 de julho de 2011

Liquidação baixa os preços em até 70% na Rua Teresa

Tribuna de Petrópolis - 26/07/2011


Os compradores aprovaram os preços: todo mundo aproveitando
As lojas da Rua Teresa já iniciaram a liquidação de inverno, mesmo estando ainda no fim de julho. Alguns estabelecimentos chegam a oferecer desconto de até 70% para poder queimar o estoque e já preparar as vendas da próxima coleção. As promoções atraem muitos consumidores, principalmente o público local, que corre atrás de preços mais em conta.  “Todo mundo gosta de liquidação. Vim passear na Rua Teresa e, aguçada pela minha curiosidade, vou acabar levando alguma coisa”, disse a esteticista Márcia Noé.
“A nossa loja tem liquidação de 50% em todos os produtos. E ainda são peças de outono-inverno. Queremos queimar o estoque e preparar a loja para a nova coleção de primavera-verão. Os consumidores de varejo são os que mais têm sido atraídos”, disse Ana Caroline Ferreira, balconista da loja Clazz.
A maioria das lojas já anuncia a temporada de preços baixos nas vitrines, mas nem todos os estabelecimentos fazem grandes promoções. Muitas vezes, as vitrines são convidativas, com letreiros indicando as tentadoras queimas de estoque, mas ao entrar nestas lojas é possível encontrar descontos de apenas 15% ou até 5%. Mas existem locais onde as peças saem por valores até 60% ou 70% mais baixos do que o original.
“Dependendo da peça, fazemos um abatimento de até R$ 40. Decidimos proceder dessa forma nesse ano, em vez de fixar uma porcentagem de desconto. A nossa liquidação começou no sábado e já estamos vendendo muitos casaquinhos, que são parte da coleção deste outono-inverno”, declarou Bruna Couto, filha de Guilherme Couto, que é propritário da Hagler e outras lojas na Rua Teresa.
“Oferecemos desconto de até 70% em peças de outono-inverno e já estamos recebendo a nova coleção primavera-verão. O público de varejo é o que se sente mais atraído, até porque não há troca para as peças nesta situação”, explicou Viviane Torres Machado, gerente da Tazza.
O diretor financeiro da Arte, Rafael Corrêa, informou que as lojas começaram as liquidações no dia 15 de julho. “É normal que aconteça já nessa data mesmo, é todo ano assim. A liquidação é para que as peças não fiquem retidas, que não haja resíduos para o próximo ano. Em agosto, a próxima coleção já estará nas lojas. Todo mundo já está se movimentando”, disse ele, que é também dono da Formosura. Para aquecer as vendas, algumas lojas firmaram uma parceria com o Festival de Inverno, se comprometendo a  colocar todos os produtos em promoção de 10% a 40%. Ao gastar R$ 100 nas lojas participantes, o comprador ganha uma caneca personalizada do evento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário