quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Dez mil beneficiados em projeto esportivo

Tribuna de Petrópolis - 27/10/2011

A professora Fernanda Planz, do programa Mais Educação, diz que já há material para as escolas da cidade
O secretário de Educação William Campos obteve em Brasília a implantação do programa Segundo Tempo em 49 escolas municipais dentro do Mais Educação. O fato acontece justamente no período em que as denúncias sobre irregularidades no repasse de verbas para a execução do mesmo programa através de ong’s acabaram derrubando o ministro dos Esportes, Orlando Silva, ontem. O secretário fez questão de ressaltar que essa versão é diferente e não envolve qualquer outra organização, somente órgãos dos governos federal e municipal.
“Quero deixar claro que não há nenhum vínculo com qualquer ong. Queremos o programa para ampliar a prática esportiva nas escolas. Seria muito oportunismo se não falássemos do programa em função das denúncias que estão sendo apuradas no Ministério do Esporte. Incentivar o esporte é uma política pública que deve ser garantida, independente de interesses políticos ou de punição a possíveis irregularidades”, salientou William Campos.
O Segundo Tempo será lançado hoje, às 15h, no Salão Nobre da Universidade Católica de Petrópolis, no campus da Rua Benjamin Constant. O programa vai atingir 9.243 crianças e permitirá o acesso ao esporte por meio da proposta de educação integral do Mais Educação. A Secretaria de Educação já recebeu do Ministério do Esporte quase nove mil itens em material esportivo para o desenvolvimento do projeto.
As professoras Fernanda Planz e Luciana Messa, do programa Mais Educação, são as mediadoras entre o município e o Ministério do Esporte. De acordo com Fernanda, já se encontram nas escolas 3.822 bolas (futebol, basquete, vôlei), 343 redes, 735 bambolês, 735 dominós e outros 3.675 equipamentos esportivos. Essa modalidade do Segundo Tempo foi iniciada em 2010, em 1.149 escolas de todo o país, e já chegou a cinco mil neste ano.
“O Mais Educação já está em 63 escolas de Petrópolis. Cada unidade tem 59 opções de atividades, divididas em 10 macrocampos, e um deles é o Esporte e Lazer. Uma parceria do Ministério dos Esportes com o Ministério da Educação possibilitou a utilização do Segundo Tempo neste setor. Pelos critérios de 2011, a escola tem que ter entre 150 e 300 alunos para receber o programa. É uma exigência do próprio governo federal, não é da secretaria”, disse Fernanda Planz.
As atividades são: recreação e lazer, tênis de mesa, caratê, futsal, xadrez tradicional, judô, atletismo, futebol, vôlei, ginástica rítmica, taekwondo, basquete de rua e basquete. Os monitores ainda estão sendo selecionados dentro do cronograma do Mais Educação. Os currículos já estão nas escolas e são os diretores que selecionam. Foram recebidos cerca de 1.300 currículos. Os monitores também serão capacitados com aulas telepresenciais, ainda sem datas definidas, em dois polos, um no Centro e outro nos distritos.
“O objetivo do Segundo Tempo não é formar atletas. É oferecer o esporte como um instrumento educativo. A carga horária é de duas horas semanais por modalidade”, informou Fernanda. Uma das unidades de ensino contempladas foi a Escola Municipal  Dr. Rubens de Castro Bomtempo, na Vila  Felipe. De acordo com Viviane Almeida de Souza Leonardo, coordenadora pedagógica, o programa já atinge 300 crianças no local.
Escolas contempladas: Gunnar Vingren, Germano Valente, Carmem Nunes Martins, Abelardo de Lamare, Bataillard, Clemente Fernandes, Dr. Rubens de Castro Bomtempo, José Gonçalves da Motta, Odette Fonseca, Professora Dora Killer, Gov. Marcello Alencar, Stefan Zweig, Soroptimista, Prof.ª Ernestina Francioni de Abreu, Santa Maria Goretti, Sérgio Ribeiro da Rocha, Águas Lindas, Jorge Amado, Lúcia de Almeida Braga, Magdalena Tagliaferro, Prof. Amadeu Guimarães, Prof. Prado, Paroquial Loteamento Samambaia, São Geraldo, Paroquial Santa Bernadete, Monsenhor Cirillo Calaon, Amélia Antunes Rabello, Augusto Pugnaloni, Dr. Paula Buarque, Dr. Theodoro Machado, Santa Terezinha, Américo Fernandes Ribeiro, Dr. Barros Franco, Nilo Peçanha, Beatriz Zaleski, Oswaldo da Costa Frias, Marieta Gonçalves, Salvador Kling, Prefeito Jamil Sabrá, Luiz Carlos Soares, Geraldo Ventura Dias, Vereador José Fernandes da Silva, Liceu Municipal Carlos Chagas Filho, Alto Independência, Fábrica do Saber, Ana Mohammad, Prof. Josemar Contage, Monsenhor João de Deus Rodrigues e Johann Noel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário