terça-feira, 4 de outubro de 2011

Congresso da juventude católica da Diocese de Petrópolis reúne 6 mil jovens

Tribuna de Petrópolis - 04/10/2011 - Reportagem de Rogério Tosta

Mais de 6 mil jovens foram no domingo ao Ciep da Posse para participar do encontro, que contou com a presença do bispo Dom Filippo Santoro
Mais de seis mil jovens participaram do XVII Adorai, encontro da juventude católica da Diocese de Petrópolis, que neste ano teve como tema "Enraizados e edificados em Cristo, firmes na fé", e aconteceu domingo, no Ciep da Posse (Petrópolis/RJ). O encontro contou com a presença do bispo diocesano, Dom Filippo Santoro, e do bispo auxiliar da Arquidiocese de São Salvador, Dom Gilson Andrade da Silva, e também da Comunidade Shalom, que apresentou o espetáculo "O Canto das Írias".
Durante todo o dia, os jovens participaram da adoração ao Santíssimo Sacramento, assistiram a apresentação da Comunidade Jesus Menino e a pregação feita por Anderson Teodoro, da Comunidade Shalom. O XVII Adorai terminou com o show do cantor católico Davidson Silva. Todas as 43 paróquias estavam representadas com caravanas de jovens dos seis municípios que foram à diocese.
Um dos momentos fortes do Adorai foi a missa presidida por Dom Filippo Santoro e concelebrada por Dom Gilson Andrade da Silva. Os dois falaram sobre a alegria da juventude, ressaltando o protagonismo dos jovens na missão popular e no anúncio do Evangelho. Dom Filippo abordou a importância desta animação dos jovens para agirem como luz para os outros. Dom Gilson, por sua vez, lembrou o que viveu com os jovens, durante o período em que foi coordenador diocesano da Pastoral da Juventude.
Durante a homilia, Dom Filippo Santoro lembrou que domingo se comemorou os Santos Anjos da Guarda, e assim destacou que os jovens devem ser como anjos para os que convivem com eles. “Esses anjos, nós somos chamados a sermos anjos para os nossos colegas, amigos, parentes. Nós somos chamados a sermos anjos, a ser a luz”, declarou.
E como luzes, o bispo de Petrópolis convocou todos a ser seguidores de Cristo e dependentes do Senhor. Segundo Dom Filippo, apenas os que dependem de Deus são realmente livres, pois os que não seguem Jesus dependem dos outros. “Nós somos a luz de Cristo, firmados e enraizados na fé, firmes na fé”, disse em referência ao tema do encontro Enraizados e edificados em Cristo, firmes na fé.
Dom Filippo Santoro, aproveitando as leituras da missa de domingo, questionou a todos sobre o testemunho que cada um está dando na sociedade. A partir daí, o bispo lembrou fatos ocorridos no Estado do Rio e em Petrópolis que mostram que há algo de errado quando um menino de 10 anos pega uma arma, atira na professora e depois se mata. O bispo também falou sobre a presença de adolescentes e jovens que ficam bebendo à luz do dia, como ocorre na praça Visconde de Mauá em Petrópolis. “E nós, o que podemos fazer para mudar esta realidade? A provocação é muito grande para nós, fica claro que o progresso não pode tornar sozinho o mundo melhor. É necessário a presença de Deus. É necessário o encontro pessoal com Cristo”.
Ao fim da celebração, dom Gilson Andrade, que nos últimos anos esteve à frente da Pastoral da Juventude, agradeceu dom Filippo por ter lhe confiado este trabalho com os jovens. Ele lembrou ainda alguns momentos por que passou neste tempo. “O grande desafio quando assumi foi que nós percebemos que os jovens reclamavam. E lembro o que o Alessandro disse: “Os jovens precisam assumir o protagonismo”. Outra momento foi a forte troca de experiências entre nós”, afirmou, agradecendo aos jovens que trabalharam com ele nas coordenações dos decanatos. De acordo com dom Filippo Santoro, a partir de agora, o novo reitor do Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino, padre Rogério da Silva, ficará à frente da Pastoral da Juventude na Diocese de Petrópolis. Ele também informou sobre a aprovação para que a Igreja de Nossa Senhora do Amor Divino, em Corrêas, se torne Santuário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário