quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Vítimas da tragédia não conseguem nova CNH

Tribuna de Petrópolis - 27/01/2011

Moradores das áreas atingidas pelas chuvas em Petrópolis, principalmente do Vale do Cuiabá, se queixam por não poder obter a gratuidade na retirada de documentos no posto do Detran que funciona no prédio da antiga rodoviária. Jorge Antônio da Costa, de 55 anos, não conseguiu a segunda via da Carteira Nacional de Habilitação sem que fosse preciso pagar o Duda (Documento Único de Arrecadação).
Na última semana, após um entendimento entre o defensor público geral do Estado do Rio de Janeiro, Nilson Bruno Filho, e o diretor de Identificação Civil do Detran, Marcos Siliprandi, o setor de Defensoria Pública, em cada município afetado, expediu um ofício ao Detran requerendo que todas as vítimas das chuvas fossem beneficiadas com o pedido de isenção de taxa para segunda via de certidões de nascimento, casamento, carteira de identidade e de habilitação.
A decisão facilitaria os trabalhos das Defensorias Públicas e do Detran, além de beneficiar a todas as vítimas, que poderão ir diretamente aos postos de atendimento, sem a necessidade de passar primeiro pelos Núcleos da Defensoria, desburocratizando todo o atendimento.
“Eu perdi a (carteira de) habilitação na enchente do Vale do Cuiabá. Na segunda, eu fui retirar a segunda via da CNH no posto do Centro e falaram para eu pegar a isenção em Itaipava. Voltei na quarta-feira (ontem) e novamente o posto aqui do Centro não conseguiu me atender, esperei por cerca de 1h20 e saí sem obter a segunda via do documento”, declarou Jorge Antônio.
Jorge perdeu tudo na tragédia provocada pelas chuvas no Vale do Cuiabá. O imóvel onde morava foi destruído e no momento ele reside na casa do irmão. Na enchente, ele perdeu também o seu automóvel, uma kombi. “Dessa forma, acho que vou mesmo ter que pagar o Duda, mas estou também lutando pelo meu direito”, completou ele.
De acordo com Fábio Júnior, supervisor do serviço de habilitação do Detran em Petrópolis, o ofício expedido em 21 de janeiro de 2011 é válido somente para a retirada da segunda via dos documentos. O caso de alguns moradores é que a carteira já estava vencida, precisando assim ser feita a renovação, e para esta situação é preciso realmente pedir a isenção no Centro de Cidadania em Itaipava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário