sábado, 29 de janeiro de 2011

Ampla troca transformador e falta de luz, agora, é em outro ponto da rua

Tribuna de Petrópolis - 29/01/2011

Após a reclamação dos comerciantes da Rua do Imperador, nas proximidades do nº 600, pela falta de luz que ocorreu por três vezes somente nessa semana, na noite de quinta-feira a Ampla trocou o transformador que atendia os estabelecimentos. A empresa informou que o equipamento havia entrado em sobrecarga devido ao aumento do número de equipamentos elétricos utilizados pelas lojas.
Ontem, as lojas próximas ao número 450 da Rua do Imperador também sofreram com a queda de luz. Um cabo de baixa tensão se partiu e quase atingiu os pedestres que passavam pelo local no momento, por volta das 14 horas. De acordo com o eletricista Moacir Moreira, que fez o serviço de reparo da rede elétrica, a causa foi um mau contato de conexão. A situação gerou protestos dos comerciantes, pois o fornecimento de energia só foi restabelecido às 17 horas.
“Tive perda de R$ 3 mil nas vendas só com essa confusão de hoje. O movimento já não está bom e agora piora ainda mais a situação”, disse José Geraldo, da Pé.com, uma das lojas afetadas.
Em dezembro, nas vésperas do Natal, um transformador já havia queimado. Os empresários tiveram que passar por quase dois dias sem luz, o que causou um grande prejuízo. “Foi terrível”, disse a gerente Gabriela Buffon, da loja de informática Ztec.
“Janeiro já é um mês complexo, e temos esse prejuízo ainda maior pela falta de luz. Atualmente, 70% das vendas já são em cartão. Em dezembro, por sorte, alguns clientes fizeram o grande favor de se dirigir para a nossa outra loja na Dezesseis de Março, mas foi uma parcela pequena. A maioria desistiu da compra”, completou Gabriela.
A loja da Ibi, empresa que oferece produtos e serviços financeiros e gerencia uma base de mais de 20 milhões de clientes em todo o país, ficou fechada durante a falta de luz. Por três horas, a empresa não pôde realizar as operações em seu estabelecimento, pois todo o sistema depende de energia para funcionar. A administradora de cartões teve um grande prejuízo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário