quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Gratuidade leva visitantes a pontos turísticos da cidade

Tribuna de Petrópolis - 28/09/2011

Do alto da torre da Catedral, petropolitanos e turistas tinham a visão de uma Petrópolis diferente: movimento foi maior do que o registrado em outros dias
Para comemorar o Dia Mundial do Turismo, três atrações turísticas estiveram de portas abertas gratuitamente ontem no Centro Histórico: Palácio de Cristal, Museu Casa de Santos Dumont e Torre da Catedral São Pedro de Alcântara. Esta última foi a que registrou um movimento bastante superior ao dos dias em que o ingresso é pago, com 130 pessoas visitando um espaço onde é possível ter uma vista privilegiada da Avenida Koeller e arredores.
Muitos nem sabiam que a torre era aberta à visitação e foram surpreendidos pelas notícias da TV e dos jornais dando conta da atração disponível com entrada franca. Foi o caso do engenheiro de telecomunicações Marcelo Henrique Pereira. Mineiro de Belo Horizonte, ele fixou residência na Cidade Imperial há apenas três anos. Como o seu trabalho exige muitos deslocamentos, ainda não tinha reservado um tempo para o turismo.
“Durante esse tempo, ainda não tinha me dado a oportunidade de parar um pouco e visitar os famosos pontos turísticos. Queria conhecer a cidade mesmo, não só passar por ela”, disse Marcelo, que resolveu ir à Catedral, primeiramente, devido à religiosidade que o povo mineiro conserva. O casal petropolitano Francisco e Verônica Brand, moradores do Retiro, também foram despertados pela curiosidade para visitar a torre.
“A gente nem sabia que a visitação era aberta. Assistindo a TV, tivemos esta surpresa e resolvemos vir conferir. Daqui é possível ter uma visão diferente, observar a cidade de um outro ângulo. A igreja já é marcante para nós, pois o meu filho foi batizado aqui”, relatou Verônica. Ela citou ainda uma passagem curiosa relacionada à Catedral: em uma chuva de verão que transbordou o Rio Quitandinha, eles ficaram presos naquele local e tiveram uma visão que seria melhor ainda se a torre já fosse aberta. “Daria para tirar boas fotos”, comentou ela.
Ontem também foi um bom dia para o passeio em família. Aproveitando a ocasião, Adriana Forster e Tayana Oliveira, mãe e filha, visitaram o Museu Casa de Santos Dumont e depois também passaram pela Torre da Catedral. “Na Casa de Santos Dumont, havia muito tempo que não íamos lá, valeu a pena a visita. E hoje, com a facilidade de tirar fotos e registrar os momentos, é mais interessante ainda”, disse Adriana. Elas acompanharam uma exposição de fotos na Catedral e depois vislumbraram a bela paisagem.
O ponto turístico entrou na rede da Fundação de Cultura e Turismo em agosto de 2009. A visitação é feita de terça-feira a sábado, das 10 às 17h. É permitido, no máximo, 15 pessoas por vez. O número registrado ontem (131 visitantes) é bem superior à média de terça a sexta (10 a 15) e sábados (50). O ingresso inteiro custa R$ 8, tendo desconto para estudantes  de escolas privadas e idosos (60 a 64 anos) a R$ 4. A entrada é gratuita para estudantes do ensino público e idosos acima dos 65 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário