quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Banco de sangue do Santa Teresa precisa com urgência de doadores

Tribuna de Petrópolis - 15/09/2011

Segundo informações do setor de captação de doadores, o banco de sangue opera quase em estado crítico
O Banco de Sangue do Hospital Santa Teresa está operando com 40% de sua capacidade e pede o comparecimento imediato dos doadores ao local. A preocupação dos responsáveis é pelo baixo número de doações neste mês de setembro. O número ideal para manter o volume de sangue no estoque em um bom nível é de 40 pessoas por dia, mas desde o dia 1º de setembro a média tem ficado em 20 doadores diários. Ontem foram somente 13 doadores, incluindo funcionários que eram chamados para ajudar.
Um acidente grave, que deixou dois feridos, na semana passada, contribuiu para esvaziar a geladeira, principalmente os procedimentos cirúrgicos feitos em um menino de 13 anos. No feriado de 7 de setembro, ele foi atropelado por uma moto na BR-040, em localidade próxima ao Duarte da Silveira, teve a perna amputada e se encontra no CTI. O piloto da moto também está internado no mesmo local. O menino já tomou bastante sangue nessa semana de internação.
“O volume de doações está baixo, quase em estado crítico. As pessoas não têm vindo doar. Atendemos a 16 hospitais da região e, em Petrópolis, só o SMH fica de fora, por ter um banco de sangue próprio. Cada cirurgia cardíaca feita aqui necessita de seis bolsas de sangue.  Não vamos deixar de realizar os atendimentos, mas as pessoas precisam se conscientizar, pois em breve podemos vir a ter algum problema”, informou Elaine Baltar, responsável pela captação de doadores.
O banco não faz restrição a nenhum tipo sanguíneo, pois é referência no atendimento de emergência e, com isso, tem uma demanda interna muito grande, fora o auxílio que presta a outras unidades hospitalares. Para quem ainda não tem o cadastro de doador, basta levar um documento com foto, ter entre 18 e 65 anos e pesar mais de 50kg. O banco funciona de segunda a sexta-feira, de 7h às 14h, e aos sábados de 7h às 11h. Mais informações pelo telefone 2245-2324. O endereço é Rua Paulino Afonso, 477.

Nenhum comentário:

Postar um comentário