quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Alagamento fecha núcleo da Defensoria, no Centro

Tribuna de Petrópolis - 14/12/2011

Quem procura atendimento se surpreende com o cartaz afixado na porta
Desde a manhã de segunda-feira os petropolitanos que se dirigiram ao prédio da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, na esquina das ruas Dr. Nélson Sá Earp e Engenheiro Miguel Detsi, no Centro, se surpreenderam com o fechamento do local. O Núcleo de Primeiro Atendimento de Petrópolis foi interditado “em virtude de problemas de alagamento no prédio com risco de atingir a rede elétrica” segundo cartaz que foi afixado na porta. Engenheiros farão a vistoria do núcleo ainda nesta semana.
O mesmo aviso ainda reiterou que há a necessidade de realização de obras emergenciais. Sendo assim, o núcleo teve as atividades suspensas até o dia 16 de dezembro, próxima sexta-feira. O ofício foi assinado pela defensora pública Marília Gonçalves Pimenta. Os casos vigentes estão sendo atendidos no fórum da avenida do Barão do Rio Branco. Um funcionário afirmou que a chuva de sábado alagou o interior do prédio, mas não teria atingido documentos e materiais de trabalho. Interditar o núcleo  teria sido uma medida preventiva, devido ao risco de curto circuito.
A Defensoria Pública Geral do Estado do Rio de Janeiro confirmou que a sua sede em Petrópolis está fechada temporariamente para obras emergenciais, inclusive para melhorar a segurança de seus assistidos, e será reaberta o mais rapidamente possível. “Por ora, os casos de emergência serão atendidos pela Defensoria Pública no Fórum Desembargador Felisberto Ribeiro Monteiro Neto, na Barão do Rio Branco”, informa nota oficial da Defensoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário