quarta-feira, 11 de maio de 2011

Homenagem aos 100 anos de Nelson de Sá Earp

Tribuna de Petrópolis - 11/05/2011


A solenidade na Câmara teve homenagens de amigos e colegas do médico

O centenário do petropolitano Nelson de Sá Earp teve mais um evento comemorativo na noite de segunda-feira. O Instituto Histórico de Petrópolis (IHP) realizou a sua reunião mensal, em parceria com a Câmara Municipal, para celebrar o centenário do médico, vereador e ex-prefeito da cidade, nascido em 3 de maio de 1911. Francisco José Ribeiro de Vasconcellos, membro do IHP, foi o orador da solenidade. O ex-desembargador Miguel Pachá falou na condição de vereador e presidente da Câmara no governo de Sá Earp. Arthur Leonardo, filho do homenageado, discursou em nome da família.
Estiveram presentes também os vereadores João Tobias (PPS), que discorreu sobre o homenageado, representando o Legislativo, Márcio Muniz (PSC), Silmar Fortes (PMDB), Dudu (PSDC) e Paulo Igor (PMDB), que presidiu a sessão. No plenário do Palácio Amarelo, compareceram ainda familiares de Nelson de Sá Earp, Charles Rossi (presidente da Fundação de Cultura e Turismo), José Luiz Rangel Sampaio Fernandes (reitor da UCP), padre JAC (pároco da Catedral), Emygdia Hoeltz Magalhães Lyrio (presidente do Clube 29 de Junho) e membros do IHP.
O que marcou a sessão foi a proximidade do homenageado com as pessoas que fizeram o uso da palavra na solenidade. João Tobias lembrou que foi seu aluno na Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP). Francisco de Vasconcellos destacou ainda que foi colega do médico por algum tempo, no IHP. Maria Isabel de Sá Earp Resende Chaves, sobrinha de Nelson e diretora da Fase/FMP, lembrou que ele foi também co-fundador da faculdade, em 1967.
Arthur Leonardo de Sá Earp encerrouu a solenidade com a sua homenagem e agradecimento pela lembrança da data. Recebeu também uma placa comemorativa das mãos de Paulo Igor (PMDB), presidente da Câmara. “Meu pai nunca foi sozinho e só obteve sucesso em tudo o que fez por ter uma excepcional rede de amigos. Muitos deles eram bons e dedicados naquilo que faziam”, disse.
Nelson de Sá Earp firmou-se como clínico e cirurgião de respeito na década de 30. Elegeu-se vereador em 46, sendo presidente da Câmara entre 1947 e 1948 e prefeito em 1958. Faleceu no dia 2 de junho de 1989, aos 78 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário