terça-feira, 5 de abril de 2011

De virada, Corinthians supera o PEC em SP

Assessoria Liga Futsal

Em partida válida pela Liga Futsal deste ano, o São Caetano/Corinthians/Unip jogou na capital paulista e conseguiu uma importante vitória sobre o Poker/PEC, por 3 a 2. Com o triunfo nesta segunda-feira (4/4), o grupo alvinegro chegou aos treze pontos (4ª posição), ultrapassando o próprio clube fluminense na tabela de classificação, que continua com doze pontos.

O time de Petrópolis começou a partida mais aceso, pressionando os donos da casa. Acuado, o Timão pouco atacou nos primeiros minutos, o que não agradou a Fiel torcida, que compareceu em bom número ao ginásio do Parque São Jorge para apoiar a equipe alvinegra.

Experiente, o elenco fluminense não demorou a ficar a frente no marcador. Após belo passe de Lenísio, o também pivô Vander Carioca girou em cima do marcador e finalizou de esquerda para superar o goleiro Leandro, que falhou no lance.

Sem se abater, o Corinthians, treinado pelo técnico PC Oliveira, tentou surpreender os visitantes nas jogadas de contra-ataques. Caio (ex-Anápolis e que estava no futsal do exterior), estreante da noite, chutou duas vezes seguidas e deixou tudo igual na capital – 1 a 1. A virada corintiana ocorreu antes mesmo do intervalo, Simi, de primeira, concluiu e contou com o desvio de Vander Carioca.

Já no segundo tempo, aos 24min10, Alvim aproveitou-se de troca de passe errada do elenco paulista, roubou a bola e, com categoria, bateu na saída do goleiro Leandro – segundo tento do PEC. Na sequência, Simi voltou a aparecer. Depois de fazer fila na defesa petropolitana, o ala/pivô finalizou rasteiro, o goleiro André rebateu e PC Diniz acertou o alvo – 3 a 2. Nos instantes finais, Lenísio, atuando como goleiro linha, pegou a bola com as mãos fora da área e foi expulso.

Para Sérgio Sapo, seus comandados poderiam ter cadenciado mais o ritmo da partida. “Faltou paciência e nos movimentarmos um pouco mais em quadra. Em alguns momentos forçamos as jogadas de ataque de qualquer maneira, o que não costuma resultar em nada”, analisou o técnico do Poker/PEC.

Do outro lado, Caio, autor do primeiro gol paulista na noite, se mostrou satisfeito. “Estrear fazendo gols é sempre importante. Essa torcida é maravilhosa e vestir a camisa do Corinthians é uma honra imensa”, revelou o atleta do São Caetano/Corinthians/Unip.

Nenhum comentário:

Postar um comentário