quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Ruas estreitas dificultam passagem

Tribuna de Petrópolis - 11/12/2010

O estacionamento irregular de veículos agrava ainda mais o problema: ruas estreitas demais
Muitas ruas de Petrópolis são estreitas e automóveis estacionados de forma irregular dificultam a passagem de outros veículos. Na Estrada da Saudade, além de todos estes problemas, uma van abandonada dificulta a passagem de carros no local. A principal reclamação dos moradores é a dificuldade que os ônibus e automóveis têm enfrentado. Nas proximidades do Caminho do Fragoso, alguns motoristas esperam mais de 10 minutos quando um ônibus precisa esperar que outros automóveis desçam.
Na Estrada da Saudade, veículos ainda ficam parados nas curvas e obrigam os pedestres a passar na rua, com riscos de atropelamento. A rua também não possui calçada na maioria de sua extensão. 
“Carros parados ao longo da rua atrapalham muito o trânsito, além de poder causar acidentes. A rua estreita já tem problemas com a passagem de ônibus que vão e vêm durante todo o dia, e os pedestres são obrigados a andar na rua pela falta de calçadas”, alerta Sabrina Ramos.
Quando os ônibus quebram, um problema constante na cidade, o trânsito fica parado, causando congestionamento. Durante a semana, o número de carros estacionados irregularmente é maior, mas no fim de semana e feriados ocorrem situações semelhantes no local.
“Tem gente que reclama da aglomeração de pessoas perto dos bares, mas aqui não temos lugar adequado para estacionamento. O certo seria toda construção ter três metros de distância do meio-fio, mas não é o que acontece”, disse o comerciante José Carlos Costa.
Também na Mosela, os problemas com o trânsito são facilmente constatados. A falta de mobilidade se agrava nas proximidades da Igreja de São Judas Tadeu. Carros e motos em estacionamentos irregulares, ônibus, pouco espaço para a carga e descarga de mercadorias no comércio local e a movimentação com o transporte escolar fazem parte dos problemas enfrentados no trânsito pelos moradores do bairro.
Os taxistas também reclamam do grande números de automóveis na Rua Frederico Kronemberger que dificultam a manobra de outros carros na via.

Nenhum comentário:

Postar um comentário