quinta-feira, 16 de junho de 2011

Passeio guiado vai revelar a riqueza da Igreja Luterana

Tribuna de Petrópolis - 16/06/2011

O pastor Elton Pothin lamenta a falta de apoio
O templo da Igreja Luterana, a mais antiga edificação religiosa de Petrópolis, estará aberto à visitação pública durante a Bauernfest. O passeio guiado será feito entre os dias 23 e 26 de junho, 29 de junho e também entre 1 e 3 de julho, sempre nos horários de 9h às 12h e das 14 às 17h. A igreja fica na Avenida Ipiranga, 346. Uma novidade para os visitantes será a realização de uma feira de artesanato e uma feira de pratos, com doces e salgados produzidos pela comunidade luterana, que soma 1800 membros na cidade. As mostras serão feitas em um espaço nos fundos do templo.
“Antes, não havia iniciativa alguma que possibilitasse a abertura do templo durante a Bauernfest, que é a festa do colono alemão, ou qualquer outra época. Hoje, só abrimos a igreja para visitas com agendamento prévio. Dessa vez, fomos nós que tomamos a frente e resolvemos pela abertura. Infelizmente, a Prefeitura não apoia e nosso templo também ficou de fora do roteiro turístico religioso publicado em uma revista oficial do governo municipal”, declarou o pastor Elton Pothin.
O pastor lamenta a falta de apoio do poder público e reclama da burocracia que existe para que seja feita uma reforma no templo. A fachada da igreja luterana necessita de uma nova pintura e reforma. Algo que está sendo adiado pela falta de recursos próprios. Por seu estilo neogótico, semelhante às igrejas católicas, o templo só ganhou este aspecto 50 anos depois da sua construção. Inaugurado em 1863, a torre só foi erguida em 1903. No Império, não era permitido.
“A torre foi construída somente após a Proclamação da República, pois a Constituição do Império de 1824 dizia em seu artigo 5º que ‘a religião católica apostólica romana continuará a ser a religião do Império. Todas as outras religiões serão permitidas com o seu culto doméstico ou particular, em casas para isso destinadas, sem forma alguma exterior de templo.’ Assim não podia ser completada a torre”, relatou o pastor.
Os primeiros colonos alemães chegaram em 29 de junho de 1945 e, exatos dois meses depois, fundaram a comunidade evangélica de Petrópolis. No entanto, há registros de atos evangélicos já em 1840 e, neste mesmo ano, a realização de um batizado luterano na localidade do Itamarati. O templo da Avenida Ipiranga contou com o auxílio de muitos colonos e foi construído rapidamente entre agosto de 1862 e março de 1863. A Catedral São Pedro de Alcântara começou a ser construída só em 1884. Apesar de católico, Dom Pedro II chegou a visitar o local.
Para a visitação guiada durante a Bauernfest, um outro atrativo para turistas e interessados por história é o Arquivo Histórico da Igreja Luterana. Lá estão as fotos de todos os pastores, desde 1846, assim como fotos da trajetória luterana em Petrópolis e até um exemplar de uma Bíblia utilizada em 1845. Elizabeth Maller, coordenadora do Museu Casa do Colono, está à frente do arquivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário