quinta-feira, 2 de junho de 2011

Assoreamento de rios preocupa a população, que pede dragagem

Tribuna de Petrópolis - 02/06/2011


Atrás do Palácio de Cristal, um exemplo: o acúmulo de sedimentos deixou o rio mais estreito na região

Com a chegada do período de estiagem, época propícia para a realização de dragagens, alguns  rios da cidade merecem receber uma atenção especial. O Rio Quitandinha, em trecho que passa pelo Palácio de Cristal, está assoreado. A área foi dragada em março, mas já apresenta grande quantidade de sedimentos acumulados. Apesar de não ser um local que apresente histórico de enchentes, trata-se de um dos pontos turísticos mais conhecidos de Petrópolis. 
O mesmo rio também está assoreado logo em frente ao prédio da Bohemia, que passa por grande reforma para receber novamente a cervejaria e um museu. Vale lembrar que a área no entorno do Palácio de Cristal sediará a Bauernfest no fim do mês de junho. A Secretaria de Obras informou que os serviços de desassoreamento e limpeza dos rios são realizados em parceria com o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), com regularidade. Essa intervenção ocorre no fim do período das chuvas, com previsão de término em novembro de cada ano. O trabalho visa melhorar a vazão dos rios, minimizando os prejuízos causados pelas inundações. 
De acordo com informações da Prefeitura, de janeiro a março deste ano foi executada a dragagem do Rio Piabanha, no trecho compreendido entre a Rua João Xavier e a Praça da Confluência (Palácio de Cristal). No momento, a limpeza está sendo executada no Vale do Cuiabá, devido às chuvas de ocorreram em janeiro, mas a secretaria está solicitando ao Inea a continuidade dos serviços no centro da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário