quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Eleitores ausentes correm risco de perder o título

Tribuna de Petrópolis - 10/02/2011

Levantamento da Justiça Eleitoral, divulgado ontem, revela que 1.472.174 eleitores brasileiros que não votaram e não justificaram a ausência nos três últimos pleitos podem ter o título cancelado. Para regularizar a situação, os eleitores têm até o dia 14 de abril para comparecer ao cartório eleitoral mais próximo. Em Petrópolis, cerca de 3400 pessoas correm o risco de ter o documento cancelado.
Desde ontem, os eleitores podem consultar os nomes e números de inscrição de quem foi identificado como faltoso às três últimas eleições, por meio de listagem fixada nos cartórios eleitorais. A partir do dia 14 de fevereiro, próxima segunda-feira, os cartórios já poderão resolver as questões.
Se um eleitor deixou de votar no primeiro e no segundo turno de uma mesma eleição, já serão contadas duas eleições para efeito de cancelamento. Para quem vota na Cidade Imperial, os três últimos turnos são: o segundo turno das eleições municipais de 2008 e os dois turnos de 2010.
A 29ª Zona Eleitoral, com cerca de 800 pessoas que ainda não regularizaram sua situação, é a que lidera as estatísticas em Petrópolis. Essa zona abrange o Alto da Serra (até o Meio da Serra), Morin, Caxambu, Centro, Estrada da Saudade (até Escola Municipal Jorge Amado), Quissamã, Floresta, Bairro Esperança, Ponte de Ferro e Itamarati (até o início da Bernardo Proença).
“A multa é de R$ 3,51 em cada turno faltoso. Ela deve ser retirada no cartório eleitoral, paga no Banco do Brasil e devolvida ao cartório para que o débito seja eliminado. Outra pessoa com os documentos de quem não justificou pode fazer a ação também”, explicou Octávio Vieira Baptista, chefe do cartório eleitoral de Petrópolis.
Está disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (www.tse.jus.br), na opção “Serviços ao Eleitor”, uma consulta que permite verificar se o título está sujeito a cancelamento. A atualização cadastral ocorre sempre no ano posterior às eleições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário