quinta-feira, 11 de agosto de 2011

LNCC faz seleção para o cargo de diretor geral

Tribuna de Petrópolis - 11/08/2011

LNNC está em Petrópolis desde 1998
O Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) abriu processo para a seleção do seu novo diretor. A recomendação do Ministério da Ciência e Tecnologia é de que, através de um comitê de especialistas, seja encontrado um nome para gerir a instituição pelos próximos quatro anos. O mecanismo diferenciado é comum para os cargos de direção das unidades de pesquisa. O especialistas vão buscar profissionais qualificados por meio de entrevistas. Ao fim da procura, o Comitê de Busca apresenta uma lista tríplice ao ministro, que no governo Dilma Rousseff é Aloízio Mercadante. Ele então escolhe um dos candidatos.
O comitê para o LNCC é presidido pelo professor doutor Evandro Mirra de Paula e Silva, do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos – Brasília (CGEE), e tem ainda os professores Márcio Arab Murad (LNCC), Nelson Ebecken (UFRJ), Sérgio Ferraz Novaes (UNESP) e Siang Wun Song (USP). O atual diretor do laboratório é Pedro Leite da Silva Dias, um especialista em Mudanças Climáticas, professor da USP e no cargo há 4 anos.
Poderão se candidatar, até o dia 30 de agosto, os pesquisadores e tecnologistas que atendam exigências como: competência profissional reconhecida para o exercício do cargo; visibilidade junto à comunidade científica; experiência administrativa; visão de futuro para a instituição; capacidade para tratar de questões científicas e outros temas relacionados à gerência da unidade; comprometimento com a execução do Plano Diretor 2011/2015 do LNCC.
Quem desejar participar do processo deve enviar uma carta de inscrição para o endereço presidente do comitê (que pode ser checado com o LNCC através do telefone 2233-6000), acompanhada de curriculum vitae do candidato e de um texto de até cinco páginas, descrevendo seu projeto de gestão e sua visão de futuro para a instituição.
O Laboratório Nacional de Computação Científica foi criado em maio de 1980, no Rio de Janeiro, a partir de um grupo de pesquisadores e tecnologistas do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF). Em 1998, o LNCC transferiu sua sede para Petrópolis, fixando-se no bairro Quitandinha, e ao longo dos anos tornou-se líder no Brasil e referência internacional na área de Modelagem Computacional, com relevante papel na área de formação de Recursos Humanos (Mestrado e Doutorado). O LNCC destaca ainda que desenvolveu uma relação muito próxima com a comunidade local, promovendo trabalhos de popularização do conhecimento na Região Serrana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário