segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Fogo já destruiu mais de 40 hectares de mata

Tribuna de Petrópolis - 20/08/2011

O fogo se alastrou da Ponte de Ferro até a estrada Petrópolis-Teresópolis
Um grande incêndio florestal atingiu mais de 40 hectares de mata no segundo distrito de Petrópolis. De acordo com moradores, o fogo começou por volta das 12h de ontem e, contando com a estiagem e a vegetação seca, se alastrou rapidamente em uma área de difícil acesso para os bombeiros. Até a noite de ontem, a vegetação ainda queimava, preocupando moradores de casas próximas. Novos focos de fumaça foram encontrados hoje pela manhã, dando mais trabalho aos bombeiros e brigadistas. O incêndio atingiu localidades do Bairro da Glória, Vista Alegre (Corrêas), Águas Lindas (Nogueira), Loteamento Samambaia, Humberto Rovigatti, Cascatinha, Alcobaça, Alcobacinha e Ponte de Ferro e chegou até a Rodovia Philúvio Cerqueira (Petrópolis-Teresópolis).
Dos 43 hectares de mata atingidos, cerca de 10 deles são no território do Parque Nacional da Serra dos Órgãos e o restante fica em Área de Proteção Ambiental (APA). Fizeram parte da operação seis viaturas, um helicóptero e 59 homens (25 bombeiros, 18 brigadistas do destacamento Previfogo e 6 brigadistas do Instituto Estadual do Ambiente - Inea).
“Novamente, agora em áreas diferentes dos focos anteriormente combatidos, o incêndio florestal atingiu pontos quase inacessíveis (2 horas de caminhada e escalada). Graças à ação rápida do coronel Brito, o envio do helicóptero foi fundamental para lançar água nos pontos desfavoráveis e deixar os combatentes nos topos. Até o momento (noite de ontem), somente os focos da região de Cascatinha ainda estão ardendo”, declarou o tenente coronel Rafael Simão, comandante do 15º GBM de Petrópolis.
Uma viatura composta por uma guarnição de seis bombeiros passou a noite no local como prevenção às residenciais próximas. Hoje nova avaliação da área deverá ser realizada, com o emprego de uma aeronave. “Todo o esforço também se deve a não permitir que o fogo vire a encosta e atinja uma região extremamente suscetível a incêndio florestal de alta complexidade de combate: o bairro Caxambu”, alertou o tenente coronel Simão.
Um posto de comando foi montado na Unidade Bombeiro Militar de Itaipava e outro  de comando avançado, com heliponto, em Samambaia. Uma das áreas mais próximas do incêndio foi a do Condomínio Vale das Samambaias, que possui mais de 40 casas. Agentes da 106ªDP ajudam os bombeiros a descobrir a origem do incêndio, que até a noite de ontem ainda não havia sido identificada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário