quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Traficante é morto em Petrópolis

Após quase oito horas de negociação, terminou na madrugada de hoje (25) o sequestro de uma jovem de 16 anos, que foi mantida refém por um homem armado em Petrópolis, na Chácara Flora.

Segundo o Batalhão da Polícia Militar, Eduardo Francisco dos Santos, 30, entrou em confronto com PMs, foi baleado e a refém foi liberada sem sofrer ferimentos graves.

Santos chegou a ser socorrido e levado para o hospital Santa Tereza, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho da unidade. Com o criminoso foram apreendidos uma pistola calibre 45, 15 munições, 498 gramas de maconha e 25 gramas de cocaína, além de três celulares, um radiotransmissor e um cordão de prata.

A PM informou que a jovem de 16 anos comprava droga na casa de Santos, por volta das 18h30 de terça-feira (24), na localidade da Chácara Flora, região do Alto da Serra. Ao avistar policiais militares na entrada da casa, o traficante passou a manter a jovem refém. Em seguida, ele teria efetuado vários disparos contra os policiais.

Um dos policiais tentou negociar com Santos, mas ele se mostrou "irredutível". Minutos depois, o Bope (Batalhão de Operações Especiais) foi acionado.

Durante nova tentativa de negociação, por volta de 2h, o sequestrador teria efetuado um disparo no interior da casa. Os policiais do Bope, então, invadiram a casa e balearam Santos.

A PM afirmou que o criminoso já tinha três passagens por tráfico e porte de droga em delegacias de Campo Grande, zona oeste do Rio, e Petrópolis.

Publicado no site da Tribuna de Petrópolis.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Os 100 Melhores Jogadores Brasileiros de Todos os Tempos - II

Em compensação, tem jogador que na minha modestíssima opinião não merecia. Talvez pelo que eu vi da carreira do cara e pela justificativa dada, que não me convenceu:

Aldair - Outros mereciam a vaga do zagueiro baiano. Mauro Ramos e Rondinelli tem mais histórico do que ele. Reserva em 1990. Em 1994, a vaga na Seleção caiu no colo com as faltas de Mozer, Ricardo Gomes e Ricardo Rocha. Em 1998, já não era mais uma Brastemp e nas eliminatórias para a Copa de 2002, falhou feio em jogo contra o Uruguai.

Os 100 Melhores Jogadores Brasileiros de Todos os Tempos


Esse livro que será lançado oficialmente hoje, "Os 100 Melhores Jogadores Brasileiros de Todos os Tempos", e com direito aos autógrafos dos autores - André Kfouri e Paulo Vinícius Coelho - é uma obra imperdível para os amantes do futebol. É preciso comprar nem que seja para criticar a lista elaborada através de enquete no site da ESPN Brasil onde 82 ficaram de fora. Eu comprei e devorei rapidamente e tenho minha opinião entre os que deveriam estar e outros que não mereciam o lugar no seleto rol. Mas parabéns pelo livro e que outros possam vir. E quem sabe um dia faço o meu também, ideias eu já tenho.

Os próprios autores citam as injustiças cometidas. Primeiramente o livro é baseado na eleição virtual e não que a vontade de ambos fosse feita, respeitaram o que foi escolhido. Edu, ponta-esquerda do Santos onde estreou aos 15 anos e foi à Copa de 1966 com 16; Tesourinha, ponta-direita do Inter nos anos 40 e melhor jogador do Sul Americano de 1949 e Mauro, zagueiro Bicampeão do mundo em 1958 e 1962, sendo o capitão da Copa do Chile.

Cito também os que poderiam estar presentes: Ademir de Meneses, o Queixada, artilheiro da Copa de 1950 e ídolo do Vasco; Baltazar, o Cabecinha de Ouro, grande artilheiro do Corinthians; Bauer, volante de sucesso no São Paulo; Carpegiani, volante de Inter e Flamengo; Carvalho Leite, grande artilheiro do Botafogo; Castilho, maior goleiro do Flu e Bicampeão com a Seleção; César Sampaio, volante dos 4 grandes de SP; Claúdio, maior artilheiro do Corinthians - 306 gols; Claúdio Adão, atacante de muitos gols e clubes. Só alguns, outros mais entrariam.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Mano chama só cinco da Copa do Mundo

O técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes, convocou 22 jogadores para um período de treinamentos na Espanha, provavelmente em Barcelona, de 2 a 8 de setembro. As principais novidades ficaram por conta do meia Phillippe Coutinho, da Inter de Milão e ex-Vasco, e do atacante Hulk, do Porto.
Apenas cinco jogadores que disputaram a última Copa do Mundo na África do Sul foram chamados – o goleiro Gomes, do Tottenham, o lateral direito Daniel Alves, do Barcelona, o zagueiro Thiago Silva, do Milan, o meia Ramires, do Chelsea, e o atacante Robinho, do Manchester City. Nenhum jogador que atua no futebol brasileiro foi convocado para não atrapalhar os clubes nacionais na disputa do Brasileirão.

Goleiros
Diego Alves (Almeria-ESP)
Gomes (Tottenham-ING)

Laterais
André Santos (Fenerbahce-TUR)
Daniel Alves (Barcelona-ESP)
Marcelo (Real Madrid-ESP)
Rafael (Manchester United-ING)

Zagueiros
Alex (Chelsea-ING)
David Luiz (Benfica-POR)
Henrique (Racing Santander-ESP)
Thiago Silva (Milan-ITA)

Meio-campistas
Carlos Eduardo (Hofenheim-ALE)
Douglas Costa (Shakhtar Donetsk-UCR)
Fernandinho (Shakhthar Donetsk-UCR)
Hernanes (Lazio-ITA)
Lucas (Liverpool-ING)
Ramires (Chelsea-ING)
Sandro (Tottenham-ING)

Atacantes
Alexandre Pato (Milan-ITA)
André (Dynamo Kiev-UCR)
Hulk (Porto-POR)

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Último jogo pós-Copa com vitória foi em 1994

Os últimos jogos pós-Copa do Mundo não renderam vitórias para a Seleção. Desde 1994, que o Brasil não ganha uma partida após disputar o mais importante torneio do futebol mundial. Segue a lista dos últimos jogos:

Técnico: Dunga - Brasil 1x1 Noruega (Gol de Daniel Carvalho) - 16/08/2006, em Oslo-NOR.
Técnico: Felipão - Brasil 0x1 Paraguai - 21/08/2002, em Fortaleza.
Técnico: Luxemburgo - Brasil 1x1 Iugoslávia (Gol de Marcelinho Carioca) - 23/09/1998, em São Luís.
Técnico: Zagallo - Brasil 2x0 Iugoslávia (Gols de Viola e Branco) - 23/12/1994, em Porto Alegre.

Troca de técnicos movimenta o Campeonato Brasileiro

Como de costume no histórico do Campeonato Brasileiro, quando as vitórias se tornam raras, o primeiro a rodar é o técnico. Nos últimos dias a troca de treinadores foi grande.
Na derrota para o Fluminense, Silas deixou o comando do Grêmio para a volta do ídolo Renato Gaúcho, consagrado pelos dois gols contra o Hamburgo-ALE, na final do Mundial Interclubes de 1983, maior título do clube gaúcho. É a grande chance de Renato se firmar no cenário nacional, após passar por Fluminense, Vasco e Bahia.
Mesmo com a terceira posição na tabela, só a colocação não foi suficiente para a manutenção de Estevam Soares que deixa a vaga para Mario Sérgio no Ceará.
Toninho Cecílio deixa o Grêmio Prudente e assume o Vitória, que tinha Ricardo Silva como treinador.
E o São Paulo, que já havia perdido Ricardo Gomes após a eliminação da Libertadores, anunciou que Sérgio Baresi fica no comando do tricolor até o fim do ano. Baresi é técnico das categorias de base do time do Morumbi.

Velho Lobo completou 79 anos

Mário Jorge Lobo Zagallo foi jogador e treinador. Apesar de ser lembrando muito mais pelo segundo ofício. Hoje, o Velho Lobo completa 79 anos, tendo nascido em Maceió, Alagoas.

Zagallo foi o primeiro a ganhar a Copa do Mundo como jogador (bicampeão em 1958 e 1962) e como técnico (Copa de 1970). Vale lembrar que ele fez parte da comissão técnica da Seleção na Copa de 94, sendo auxiliar-técnico de Carlos Alberto Parreira e voltou ao cargo na Copa do Mundo de 2006, na Alemanha. Ele também foi o treinador no vice campeonato da Copa de 1998 e no quarto lugar da Copa de 1974.

Zagallo levou a Seleção dos Emirados Árabes para sua primeira Copa do Mundo em 1990, mas foi demitido do posto antes do torneio.

Uma das principais características de Zagallo é a superstição, apresentando predileção pelo número 13. Uma de suas frases mais famosas é o "Aí sim, fomos surpreendidos novamente", frase que virou moda e imagem de arquivo do Globo Esporte de São Paulo. E também a famosa frase dita depois da final da Copa América de 1997: "Vocês vão ter que me engolir!". Além de comandar os quatro grandes clubes cariocas, a sua principal marca é o amor pela amarelinha, apelido carinhoso que se refere à camisa da Seleção Brasileira.

Só o Flamengo destoa na rodada do Brasileirão

Na 13ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2010, os quatro grandes clubes cariocas tiveram quase 100% de aproveitamento. Quase, pois o Flamengo ao perder de 1 x 0 para o Corinthians, em São Paulo, foi o único que não venceu, talvez pelo uso do seu terceiro uniforme que só tem recebido críticas. No sábado, o Botafogo fez uma boa partida e venceu o Atlético-MG por 3 x 0, no Engenhão. Gols de Maicosuel, Somália e Herrera e destaque para a presença da torcida botafoguense, com o maior público do ano no Engenhão: 24.154.

Ontem, o Fluminense foi a Porto Alegre e venceu o Grêmio por 2 x 1, gols de Mariano e Emérson. André Lima descontou pros gaúchos. Com o resultado, Silas foi demitido e pode pintar no São Paulo.

Em São Januário, o Vasco fez 1 x 0 contra o Vitória, gol de Zé Roberto e garantiu os três pontos. O técnico Paulo César Gusmão ainda está invicto, pois nas primeiras rodadas, no comando do Ceará, fez um bom início de campeonato.

Na próxima rodada, no sábado, o Botafogo pega o Atlético-GO, em Goiânia, e o Flamengo recebe o Ceará no Maracanã. No domingo, o Vasco enfrenta o Grêmio Prudente, em Presidente Prudente, e o Fluminense recebe o Internacional, que disputa as finais da Libertadores e deve vir com o time reserva.