segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Fla empata com o Santos na despedida do Maracanã

Ainda não foi dessa vez. Silas, com menos de uma semana de trabalho, não mudou o desempenho do Flamengo no Campeonato Brasileiro.E não conseguiria fazer diferente com o pouco tempo que teve. O time mostra equilíbrio: tem a melhor defesa (junto com o Ceará) e o pior ataque da competição. Mas é justamente a falta de gols que chama atenção no rubro-negro. Tendo a disposição, a nova dupla de ataque 'D2' a expectativa era grande, mas novamente a Nação saiu do Maracanã sem comemorar um gol e a casa rubro-negra só voltará a receber jogos em 2013.
Silas lançou Toró como titular para dar mais liberdade aos alas Léo Moura e Juan, que seriam as melhores armas de criação do Flamengo. Petkovic foi para o banco e Renato seria o único meia de armação, mesmo que esta não seja a sua principal característica. Willians é a válvula de escape, mas precisa ainda melhorar nas finalizações para ser um jogador de marcação e chegada ao ataque com eficiência. Mesmo que ele tenha muito fôlego, a equipe às vezes peca no último passe e este erro faz parte da carência de gols.
Diogo, em três partidas, mostrou que é superior aos seus concorrentes de ataque, mas junto com Deivid não conseguiu balançar as redes do Maraca. Deivid, que pela primeira vez vestiu o Manto Sagrado, perdeu grande chance aos 20 minutos de jogo e ainda estava sem ritmo. O jogador disse durante a semana que o time tem um bom projeto e potencial para subir na tabela.
O Santos não contou com Paulo Henrique Ganso, lesionado, e Neymar, suspenso. A ausência dos principais jogadores pesou no alvinegro praiano que teve no goleiro Rafael o grande destaque. O goleiro fez importantes defesas, principalmente no fim, quando Petkovic tentou por duas vezes o gol olímpico.
No segundo tempo, Silas ainda promoveu a entrada de Kléberson no lugar de Willians, machucado; Petkovic na vaga do cansado Renato e Diego Maurício substituindo o estreante Deivid. O time se acomodou, apesar de ter lutado bastante, mas não conseguiu vencer. Pet entrou e deu bons passes, o que demonstra a categoria do sérvio, que completa 38 anos nesse mês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário