terça-feira, 20 de julho de 2010

EAC


Flamengo ganhou, duas vitórias seguidas e no G4 do Brasileiro. Mas vou dar um tempo na cobertura futebolística, até a próxima semana, pois estou focado numa só coisa: o 9º EAC. Talvez não deveria ficar assim e tenho motivos de pró e contra. Por 3 anos estive à frente do grupo e aí sim se justificava toda a preocupação e responsabilidade. Contudo, decidi por mais uma vez ser consumido dessa força. É a última vez com essa magnitude porém. Daqui pra frente não posso fazer mais força e que venha, se for vir, naturalmente.

Muitos, quase ninguém pra falar a verdade, entende o que é e o que significa. Só a Karen mesmo, não por ser minha namorada, mas por estar mais perto que qualquer outra pessoa entende isso. Os que vêem de fora não adianta, não entendem e não adianta explicar. É responsabilidade, é ter compromisso, ser prestativo, ser servo e não ser omisso. É assumir e não renunciar.

Faz parte de mim, anda junto comigo desde o início. Qualquer coisa que marque a sua adolescência e ainda chega com força no início da fase adulta, vai te nortear pelo resto da vida. Não é que precise fazer parte eternamente. Mas está pra sempre ligado e nenhuma pessoa é capaz de desatar. Vira um epíteto, uma alcunha da pessoa. Vestir a camisa é realmente trajar um manto, um símbolo.

Deixo claro que não sou insubstituível e não quero marcar território. Jéssica está cumprindo o seu papel, é a coordenadora de fato e não só no papel. Indicada por homens, mas escolhida de Deus.

Só quero fugir a paradigmas e coisas do tipo "é sempre assim". Que Deus possa ajudar nesse difícil momento, dê toda a paz e discernimento. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário